Siga-nos nas redes sociais

Sociedade

Arronches : Periferias terminou com caminhada pela vila

Publicado há

no dia

IMG 3476

Pelo segundo ano consecutivo, Arronches recebeu edição especial do Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valencia de Alcántara, certame que vai na sua décima edição.
Depois das atividades que se realizaram na passada quarta-feira, a edição especial da décima edição do Festival Internacional de Cinema de Marvão e Valencia de Alcántara em Arronches terminou neste sábado, dia 23 de julho, com uma caminhada pelo percurso pedestre ‘Forte e Valorosa Vila de Arronches’.
Esta atividade vem no seguimento daquilo que é um dos objetivos deste certame e que é o contacto com o ambiente e com o meio onde está inserido e desta forma dar a conhecer o património cultural da região, no caso da caminhada deste sábado, alguns dos monumentos, histórias e lendas da vila de Arronches.
Embora não se tenha percorrido a totalidade do percurso da ‘Forte e Valorosa Vila de Arronches’, uma vez que o país se encontra em Situação de Contingência, o que impediu a deslocação para a parte rural do itinerário, os participantes percorreram a zona histórica da povoação, a zona ribeirinha, o passeio do Vassalo, havendo ainda tempo para uma rápida visita ao Centro Interativo da Ruralidade de Arronches.
Ao longo da volta, o técnico do Município, Emílio Moitas, foi dando algumas explicações acerca dos pontos atravessados pelos participantes, entre os quais o presidente e o vice-presidente do Município, respetivamente João Crespo e Paulo Furtado e a diretora do festival, Paula Duque.
Desta forma terminou mais uma edição especial do ‘Periferias, com os responsáveis da autarquia, da Associação Cultural ‘Periferias’ e a associação espanhola ‘Gato Pardo’, concordaram que esta é uma parceria para continuar e que, no próximo ano, o Festival
Internacional de Cinema de Marvão e Valencia de Alcántara estará de regresso a Arronches.

Portugal

Doutorados ganham mais 950 euros do que licenciados

Publicado há

no dia

por:

pc

O relatório “Estado da Educação 2021” divulgado pela Conselho Nacional de Educação (CNE) em Portugal revela que os doutorados ganham, em média, mais 950 euros por mês do que os licenciados e três vezes mais do que um trabalhador com o ensino secundário.

O estudo também mostra que a qualificação da população portuguesa está a aumentar, mais de metade da população (59,5%) têm o ensino secundário completo.

Em comparação com outros países da Europa, Portugal tem taxas de empregabilidade mais altas, especialmente entre os jovens com pouca formação. No entanto, o estudo também aponta para desigualdades salariais entre homens e mulheres, com as mulheres tendo menos probabilidades de encontrar emprego ou de ter salários melhores.

Continuar a ler

Portugal

Grândola: GNR detém dois suspeitos e apreende droga após perseguição

Publicado há

no dia

por:

gnr e1671900606736

A GNR deteve dois homens e apreendeu cerca de 33 quilos de haxixe na quinta-feira à noite, após uma perseguição a um carro que estava a circular na Autoestrada do Sul (A2).

O veículo foi intercetado na vila de Grândola, depois de sair da A2, mas dois dos ocupantes conseguiram escapar. A operação terminou na madrugada de sexta-feira e os suspeitos ainda não foram localizados.

Durante a busca ao carro, além da droga foi também apreendida uma quantidade significativa de dinheiro. Os detidos vão ser apresentados a um tribunal para interrogatório judicial e depois serão aplicadas as medidas de coação adequadas.

Continuar a ler

Portugal

Militares da GNR impedidos de tirar férias devido à Jornada Mundial da Juventude

Publicado há

no dia

por:

gnr

A Associação dos Profissionais da Guarda (APG) expressou a sua insatisfação com a decisão de permitir que apenas 6% dos membros da Guarda Nacional Republicana possam tirar férias entre 26 de julho e 09 de agosto devido à Jornada Mundial da Juventude.

Segundo as normas internas, apenas 20% do efetivo deve poder tirar férias simultaneamente durante eventos de grande dimensão, mas a necessidade de policiamento durante a Jornada Mundial da Juventude exige que apenas 6% dos militares possam tirar férias.

A APG afirma que essa decisão é um desrespeito para com os profissionais e que as férias são um direito que não deve ser decidido exclusivamente pela entidade patronal. A PSP também já decidiu suspender as férias dos polícias entre 24 de julho e 07 de agosto devido ao evento.

Continuar a ler

Portugal

Qual é a origem da expressão “Não entender patavina” ?

Publicado há

no dia

por:

ponto de interrogacao

A expressão “Não entender patavina” é usada quando um individuo não percebe nada de determinado assunto. Expressão que deve a sua origem ao historiador Tito Lívio, natural de Patávio, hoje Pádua, na Itália. Tito usava um latim, próprio da sua região, considerado “horroroso” para muitos, uma vez que, não era percetível para todos.

Daí surgiu o Patavinismo, que originalmente significava não entender Tito Lívio, não entender “patavina”.

Continuar a ler

ÚLTIMAS 48 HORAS